canto de mantras


Canto de Mantras
O Canto de Mantras nada mais é do que uma oração milenar. 
A oração é a forma mais elevada de se comunicar com Īśvara. O modo de orar pode variar de pessoa a pessoa, mas definitivamente a atitude, através da qual se realiza a invocação de Īśvara e a apreciação de sua presença, é fundamental a todos.

A relação entre a pessoa e o Criador é de grande importância na vida do ser humano, pois é o único momento em que a pessoa pode relaxar totalmente sem nenhum medo de cobranças, julgamentos e críticas. E, no momento em que o indivíduo traz para a sua vida este papel primário de devoto, todos os outros papéis passam a ser permeados pela presença do devoto, o que torna assim as relações humanas simples e belas. Através do canto a mente alcança a tranqüilidade. O ritmo harmônico, a repetição, a participação no cantar, relaxam e produzem tranqüilidade.

Tradicionalmente, a forma de transmissão do mantra é oral. Utilizaremos uma apostila onde a leitura poderá ser feita através da transliteração ou do próprio sânscrito. Além disso, abordaremos os significados e simbologia dos mantras que apontam para o próprio conhecimento contido nos Vedas. À medida que o processo se inicia, cria-se a base para o despertar o devoto no indivíduo.

Mantras: Saṅkaṭanāśanagaṇeśastotram (Hino para Gaṇeśa) / Svasti Pāṭhaḥ (Invocação de Paz) / Śrī Gaṇeśa / Śāradā Stotram (Hino para Sarasvatī) / Dīpa Darśanam (lamparina) / Ao Amanhecer / Snānam (banho) / Antes dos Estudos / Bhojanāt Prāk (Antes das refeições) / Antes de Deitar-se / Śrī Durgā (Parvatī) / Śrī Lakṣmī / Śrī Sarasvatī / Śrī Devī / Guru Vandanam (Oração para os mestres) / Śrī Patañjali / Śivamanapūjā / Śrī Śiva / Śrī Viṣṇu / Śrī Kṛṣṇa / Śrī Dhanvantari e outros